Bolsa de valores no Brasil e o ano novo


Não se assuste com o excesso de números apresentados nos primeiros parágrafos deste post. Confie, leia até o final e você entenderá o objetivo deste post.

No período de 2015 a 2017, ITUB4 (ação preferencial do Itaú Unibanco) pagou R$ 4,73 de proventos (dividendos ou juros sobre capital próprio) por ação. Desta forma, quem comprou 1.000 ações da ITUB4 no dia 02/01/15 a R$ 24,53 (preço de fechamento) e manteve a posição até final de 2017, em 3 anos, recebeu R$ 4.738,00 (1.000 x R$ 4,738) de proventos.
Neste caso, não estou considerando o investimento dos proventos recebidos no período. Além disso, do dia 02/01/15 até o dia 28/12/17, ITUB4 registrou uma valorização de 73,5%. Resumindo, quem comprou 1.000 ações ITUB4 em 02/01/15, investindo R$ 24.530,00 (1.000 x 24,53), no final de 2017 tem R$ 47.318,00 ( (1.000 x 42,58) + 4.738,00).

Vale lembrar que no período de 2015 a 2017, o Ibovespa registrou alta de 57,4%.

Agora, vamos analisar o período de 2013 a 2015!
Neste período, o Ibovespa registrou queda de 30,7%. Quem comprou 1.000 ações da ITUB4 neste período, ganhou R$ 3.621,00 de proventos. Além disso, as ações registraram valorização de 13,52%. Desta forma, quem investiu R$ 19.380,00 em ações da ITUB4 em janeiro de 2013, no final de 2015 tinha R$ 25.621,00.

Não se preocupe, não apresentarei outros exemplos de ações. Escolhi a ação ITUB4 de forma aleatória, não utilizei nenhum critério de seleção. Com certeza, existem “n” exemplos bons ou ruins.

Opa! É final de ano! Sem cobranças! Não quero pensar muito nos números, mas sim no exercício de analisar os números.
Visualizo o mercado de ações como um negócio, poderia ser uma padaria, uma farmácia ou qualquer franquia.

negócio

Não acredito que o grande negócio seja aguardar a “roleta” da bolsa de valores parar de girar, mas sim, analisar!

Final de ano sempre é um bom momento para fazer um balanço do que passou e planejar o futuro (pelo menos, um pouco).

Por que algumas pessoas visualizam a bolsa de valores apenas como um jogo, um jogo de sorte ou de “informações privilegiadas”?

Será que mesmo quem tem informação privilegiada (algo que não deveria ocorrer) não realiza uma análise ou conta com o apoio de alguém que faz?

Se você monta um restaurante, você deixa o negócio “livre” e fica apenas aguardando o dinheiro entrar no caixa?

Se você é empregado de uma empresa, pergunto: na sua empresa não existe uma equipe ou pessoa analisando os números? Se a empresa apresentar resultados abaixo do esperado, continuará tudo na mesma ou alguém implementará uma mudança?

Um negócio que gera milhões hoje, começou gerando milhões?

Quantos negócios começaram dando prejuízo e depois, com a implementação de ajustes por parte do gestor, prosperaram?

Como diz no canal Futura, não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas.

Até final de novembro de 2017, haviam apenas 613 mil CPFs cadastrados na bolsa de valores de São Paulo! Este número não sai da minha mente.

Quantidade PF na Bolsa

Será que o problema está na bolsa de valores ou na forma com que visualizamos a bolsa de valores?

Quer começar 2018, entendendo um pouquinho mais sobre a bolsa de valores, clique aqui!

Feliz 2018!